Os Suspeitos do Costume – Trabalhos 2021

Colégio O Sossego da Mamã (Almada)

Reportagem fotográfica das várias fases do projeto:

Grelha(s) de monitorização preenchida(s):

Painel:

    Síntese da forma como decorreu o projeto:
    Em primeiro lugar e em conjunto com a atividade Amar o Mar, viram alguns dados estatísticos sobre a poluição dos oceanos e refletiram sobre o impacto negativo que o lixo marinho tem nos ecossistemas, visualizando imagens sobre animais capturados vítimas de poluição. Visualizaram ainda o trailer do documentário "Mar da minha terra, Almada Atlântica" e a curta-metragem "O Caracol à Boleia na Cauda da Baleia". Estas atividades serviram de mote à ida à praia com o propósito de recolher lixo. Esta ida ocorreu no Dia Internacional da Família, dia 15 de maio, sábado.
    Foram recolhidos cerca de 10kg de lixo e destacamos o facto de que infelizmente antes da nossa chegada tinha acabado de passar um veículo a recolher o lixo com pinças a remover a areia. Ainda foi possível ver as marcas na areia e o mesmo a afastar-se.
    Os sacos foram levados para o colégio e na segunda-feira iniciou-se a primeira separação do lixo pelos itens da Ficha de registo. No decorrer dessa semana o lixo foi pesado e contabilizado, sendo um dos dias Dia de Aulas ao ar livre. Posteriormente foi colocado no Ecoponto.
    Concluíram que a maior percentagem do lixo corresponde ao Plástico, e realizaram um gráfico circular no Excel. Com base em algumas leituras, em particular do livro Plasticus Maritimus, de Ana Pêgo, realizaram uma pequena pesquisa e registo sobre os microplásticos pois tinham visto imagens de estômagos de peixes com plástico e foram encontrados mais de dez pedaços de plástico muito pequenos no areal. Iniciaram a realização do painel decorando as letras do painel com restos de materiais apanhados na praia e depois a realização dos títulos e registo da contabilização e pesagem dos materiais recolhidos. Por último, escolheram o lixo mais insólito recolhido na praia: molho de sushi (teriyaki) dentro de uma embalagem pequena. Também acharam muito insólito um ovo de raia pois nunca tinham visto mas a professora de Estudo do Meio explicou que não era lixo mas sim um produto da natureza, portanto biodegradável.
    No final do painel realizámos um pequeno debate sobre a origem dos resíduos concluindo que está nas nossas mãos diminuir o lixo encontrado nas praias pois a maior parte do lixo foram os humanos que o levaram para a praia, destacando-se a quantidade enorme de plástico proveniente de embalagens take-away ou lixo sanitário ou médico, destacando-se 14 máscaras referentes à pandemia Covid-19 num espaço relativamente pequeno de areal.
    No que diz respeito ao que podem fazer para alertar as pessoas para este problema referiram que devíamos fazer mais campanhas similares aos Suspeitos do Costume e pôr placas na praia para sensibilizar as pessoas para terem mais cuidado com o seu lixo.
    O envolvimento dos alunos foi notório e participaram com agrado na realização do painel mas a destaca-se que alguns dos alunos que participaram na recolha de lixo no areal ficaram muito entusiasmadas por estarem a ajudar a limpar a praia e a preservar os Oceanos, sendo que alguns referiram que iriam voltar a fazê-lo quando regressassem à praia.