Escola Básica da Abelheira

Breve descrição

Grau de ensino: 2º Ciclo; 3º Ciclo

Sobre o Programa e atividades Eco-Escolas

PARTICIPAÇÃO NO CONCURSO “ DIA NACIONAL DA FLORESTA AUTÓCTONE” (novembro_2018) - Promovido pelo CMIA e em representação da Escola Básica da Abelheira, as turmas 5.ºC e 6.ºG, elaboraram duas árvores de espécies autóctones, respetivamente um castanheiro e um pinheiro, sob a orientação das professoras Paula Costa e Ana Lima.
Cada turma participante recebeu duas espécies autóctones, que foram plantadas na escola, assim como também foram nomeadas com uma menção honrosa, pela equipa do CMIA.

DIA DA FLORESTA AUTÓCTONE/ REFLORESTAÇÃO NACIONAL - VAMOS PLANTAR PORTUGAL -
A fim de sensibilizar a comunidade educativa para a importância da conservação da floresta, particularmente da floresta autóctone da nossa região, a coordenação do Programa Eco-Escolas da Escola Básica da Abelheira, em parceria com a Biblioteca Escolar, assinalou, no dia 23 de novembro, o “Dia da Floresta Autóctone”, participando, simultaneamente, na iniciativa “Reflorestação Nacional – Vamos Plantar Portugal!”.
Esta efeméride efetivou-se através de palestras de apresentação e sensibilização para o tema, dirigidas aos alunos do 8.º Ano, culminando com a plantação simbólica de algumas espécies arbustivas autóctones cedidas pelo Horto Municipal. Contámos com a participação da Engenheira Florestal, Dulce Mota, e do Vereador do Ambiente e Biodiversidade, Ciências, Inovação e Conhecimento, Doutor Ricardo Carvalhido.

PROJETO “SCHOOL 4ALL CIÊNCIAS EM REDE– ESCOLA DA NATUREZA” dinamizado pelo Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Viana do Castelo ( CMIA) - Participação das turmas do 8.º ano - entre outras atividades, realizaram três saídas de campo (uma em cada período letivo) dinamizadas por uma equipa de biólogos, cujo local estava definido de acordo com o tema selecionado por turma (Praia Rochosa – 8.ºA; Sistemas Dunares - 8.ºD; Ribeira de Portuzelo – 8.ºB; Monte Galeão – 8.ºC, 8.ºF, 8.ºG) e a Visita de Estudo à Galeria da Biodiversidade e Casa Andresen no Porto.

“DIA ECO-ESCOLA” - no dia 8 de maio, decorreram na escola sede do Agrupamento de Escolas da Abelheira diversas atividades em que o ponto alto foi o hastear da Bandeira Verde, galardão do programa Eco-Escolas alcançado no ano letivo 2017/2018.

GERAÇÃO DEPOSITRÃO - foi solicitada a colaboração de toda a comunidade educativa na recolha de resíduos de equipamentos elétricos e electrónicos (REEE) em fim de vida para posterior encaminhamento adequado.
Para tal, estão disponíveis na escola, junto à portaria, contentores para esse efeito.


“PALESTRA SOBRE ENERGIAS RENOVÁVEIS” - pelo engenheiro Paulo Costa da Escola Superior de Tecnologia e Gestão para os alunos do 8ºano, no dia 7 de junho.

“A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO CONSCIENTE E CÍVICA DA ENERGIA E DA ÁGUA" - Atividades dinamizadas pelos alunos da turma C do 8.ºano destinadas às turmas do 4.ºano da EB1 da Abelheira, as quais decorreram no dia 7 de junho no polivalente da referida escola. Visualização de um filme, o qual destaca a importância da sustentabilidade e da preservação do Planeta Terra; descoberta, pelos alunos do 4.ºano, de frases alusivas à poupança de energia e da água, constantes em tangrans elaborados pelos alunos do 8.ºC e oferta dos mesmos aos alunos do 4.ºano e também de um marcador de livros produzido pelos alunos do 8.ºC com enfoque na temática das atividades.

ANO LETIVO 2019/2020

GREVE CLIMÁTICA GLOBAL - 27 de setembro - pusemos em prática algumas das ações propostas pela ABAE, nomeadamente: AÇÃO 1- foi colocada a Bandeira Verde a meia haste entre os dias 27 e 30 de setembro, como símbolo de pesar e de alerta para a urgência das medidas para inverter as alterações climáticas;
AÇÃO 2- realizamos ações simples e quotidianas como limpar, plantar e cuidar da nossa horta e construímos uma árvore dos compromissos, onde todas as pessoas (alunos, professores, auxiliares da ação educativa, encarregados de educação e outros que visitaram a escola), foram convidados a deixar o seu compromisso devidamente identificado.
Foi notório o interesse e empenho dos alunos que participaram nesta iniciativa.

COLOCAÇÃO E INAUGURAÇÃO DO PEIXE METÁLICO- No dia 5 de março, assinalou-se a colocação no recinto escolar de um peixe metálico para depósito de resíduos de plástico. De forma a sensibilizar toda a comunidade escolar, a cerimónia realizou-se durante o intervalo mais longo da manhã, acompanhando os professores as respetivas turmas. Contou-se com a presença dos parceiros que contribuíram com a oferta do peixe, a engenheira Leonor Cruz, em representação do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) e do vereador do Ambiente e Biodiversidade, Ciência, Inovação e Conhecimento, Dr. Ricardo Carvalhido.
Esta iniciativa resultou do plano de atividades do Clube PanEuropeu, em desenvolvimento na escola sede do agrupamento, cujo tema central para o presente ano letivo é “Alterações climáticas, um desafio para a Europa”.

ESPIRAL DE ERVAS AROMÁTICAS - Inserido no projeto “Espiral de Aromáticas”, no dia 11 de Novembro de 2019, os alunos do 6º D assistiram, numa aula de Ciências Naturais, a uma palestra dinamizada pela empresa “ Aromáticas Vivas”, sobre a importância da utilização das ervas aromáticas numa alimentação mais saudável. A turma, posteriormente ,elaborou um livro de receitas culinárias onde o mote foi o uso das ervas aromáticas em detrimento do sal. Este, foi um projeto interdisciplinar levado a cabo pelas docentes de Ciências Naturais e Educação Visual.

PROJETO “SCHOOL 4ALL CIÊNCIAS EM REDE– ESCOLA DA NATUREZA” -No ano letivo de 2019/2020, turmas do 8º ano, no âmbito das disciplinas de Ciências Naturais e Físico-Química e em parceria com o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA), trabalharam em projeto estudando e monitorizando sistemas dunares e ribeirinhos da região.

O projeto “Sistemas dunares” foi desenvolvido pela turma D do oitavo ano. No sistema dunar da praia do Cabedelo, os alunos tiveram a oportunidade de realizar a monitorização do ecossistema. Foram observadas e identificadas as espécies de flora e fauna presentes nas dunas, com a ajuda de guias de campo; foram estudadas as suas características e adaptações aos fatores ambientais extremos deste local. Foram também observados e registados a presença de sinais de poluição e ameaças a este sensível ecossistema.

No projeto “Ecossistemas ribeirinhos”, desenvolvido pelas turmas B, C, E e F do oitavo ano, os alunos estudaram alguns dos aspetos funcionais da ribeira de Portuzelo. Foram utilizados macroinvertebrados e plantas aquáticas/ribeirinhas como modelo de trabalho, associada a uma descrição da morfologia do canal do troço da ribeira a estudar. A utilização destes modelos biológicos permite facilmente relacionar as adaptações dos organismos com as condições ambientais locais, mesmo na ausência de perturbações de origem humana (poluição). Utilizaram-se fichas de saída de campo, que implicavam sempre a recolha de dados no terreno e incluíam pistas de trabalho complementar, a realizar em ambiente de sala. Foram também estudados animais de maior porte que têm neste ecossistema o seu habitat.

Alargando a interdisciplinaridade, na etapa final do projeto, envolveu-se a participação da disciplina de Educação Visual através da ajuda prestada aos alunos na realização de infografias/pósteres científicas que culminaram numa exposição digital na página da escola.

"TODOS JUNTOS CONSEGUIMOS + TAMPINHAS” - Recolha de tampas de plástico ao longo do ano letivo. Promovido pela Educação Especial em parceria com a Resulima (Valorização e Tratamento de Residuos Sólidos, S.A.), para recolha das mesmas. A verba conseguida é para aquisição de material pedagógico e de estimulação sensorial para o CAA – Sala especializada.

Histórico de participação e Galardão Eco-Escolas

  2019-2020 2018-2019 2017-2018 2016-2017 2015-2016 2014-2015 2013-2014 2012-2013 2011-2012 2010-2011 2009-2010 2008-2009 2007-2008 2006-2007 2005-2006 2004-2005 2003-2004 2002-2003 2001-2002 2000-2001 1999-2000 1998-1999 1997-1998 1996-1997
inscrita  
galardoada    
visitada