Escola Básica e Secundária de Canelas

Breve descrição

O Agrupamento de Escolas de Canelas foi criado no ano letivo 2007-2008, situando-se no concelho de
Vila Nova de Gaia.
Abrange 11 estabelecimentos de educação e de ensino nas freguesias de Canelas, Perosinho/Serzedo, Mafamude/Vilar do Paraíso, Vilar de Andorinho e Gulpilhares/Valadares.
De acordo com os dados constantes no perfil de escola, no ano letivo 2014-2015, o Agrupamento é frequentado por 2747 crianças e alunos (121 grupos/turmas).
Destes, 293 (13 grupos) frequentam a educação pré-escolar, 886 (41 turmas) o 1.º ciclo, 439 (19 turmas) o 2.º ciclo, 695 (30 turmas) o 3.º ciclo, 208 (nove turmas) os cursos científico-humanísticos (Ciências e Tecnologias e Línguas Humanidades) e 153 (seis turmas) os cursos profissionais (Técnico de Turismo ; Técnico de Restauração e Técnico de Informática).
Dos alunos matriculados, 1,4% não têm
naturalidade portuguesa e 66% não beneficiam dos auxílios económicos no âmbito da ação social escolar,
A análise das habilitações literárias dos pais e encarregados de educação revela que a percentagem dos pais dos alunos do ensino básico e do ensino secundário com formação superior é, respetivamente, de 9% e 4% e com formação secundária e superior é de 31% e 17%, respetivamente.
São conhecidas as profissões de 41,6% dos pais e encarregados de educação dos alunos e, destes, 9,4% do ensino básico e 7,8% do ensino secundário são profissionais de nível superior e intermédio.
De acordo com a informação do Agrupamento, o pessoal docente é constituído por 212 elementos, dos quais 91% são dos quadros. O pessoal não docente é composto por 32 profissionais: dois técnicos superiores, 9 assistentes técnicos e 21 assistentes operacionais. O Agrupamento conta ainda com 10 trabalhadores colocados ao abrigo das medidas Contrato emprego–inserção e Contrato emprego inserção+
do Instituto de Emprego e Formação Profissional e um vigilante do Gabinete Coordenador da Segurança Escolar.
No ano letivo 2012-2013, de acordo com os dados disponibilizados pela Direção-Geral de Estatísticas da
Educação e Ciência, o Agrupamento apresentou variáveis de contexto desfavoráveis, quando comparadas com as das escolas da rede pública, em particular no que respeita às percentagens de alunos dos 6.º, 9.º e 12.º anos que não beneficiaram dos auxílios económicos no âmbito da ação social escolar e à média do número de anos das habilitações dos pais e das mães dos alunos dos ensinos básico
e secundário, ambas aquém dos valores medianos.

Grau de ensino: Jardim de Infância; 1º Ciclo; 2º Ciclo; 3º Ciclo; Secundário; Profissional

Sobre o Programa e atividades Eco-Escolas

A Escola implementou o Programa Eco Escolas no ano letivo anterior, sendo a candidatura ao Galardão aprovada. Foi levado a cabo um vasto Programa de Ação, quer nos temas obrigatórios e no tema do ano, quer em vários dos restantes.
A Escola obteve o Prémio Brigada da Floresta, o 1º Prémio no Concurso Nacional de Escolas do Jardim Zoológico de Lisboa, o 1º prémio em dois nos quatro "Desafios.pt" e uma Menção Honrosa no concurso "Uma árvore, uma floresta".
A Escola obteve, ainda, o 1º prémio no Concurno Nacional Jovens Repórteres para o Ambiente, na categoria vídeorreportagem, nos 1º e 2º escalões.

Histórico de participação e Galardão Eco-Escolas

  2019-2020 2018-2019 2017-2018 2016-2017 2015-2016 2014-2015 2013-2014 2012-2013 2011-2012 2010-2011 2009-2010 2008-2009 2007-2008 2006-2007 2005-2006 2004-2005 2003-2004 2002-2003 2001-2002 2000-2001 1999-2000 1998-1999 1997-1998 1996-1997
inscrita                                            
galardoada                                            
visitada