Escola Sec. D. Dinis

Breve descrição

Desde finais do século XIX, várias foram as tentativas de implementação do ensino complementar em Santo Tirso.
Em 1931, são criados os Liceus Municipais em Portugal. A 17 de Setembro de 1932, é criado o Liceu Municipal Agrícola, anexado á Escola Prática de Agricultura Conde de S.Bento, em Santo Tirso.
Posteriormente, o ensino liceal é desanexado, passando a ocupar um edifício da Santa Casa da Misericórdia, sito no Parque D. Maria II., tomando a designação de Liceu Municipal de D. Dinis, segundo publicação do Decreto nº25962, de 21de Outubro de 1935, sendo também criada a sua zona de influência pedagógica.
Em 1954, é criado o ciclo unificado, integrando o ensino liceal e comercial no mesmo edifício, sendo extinto o Liceu Municipal de D. Dinis.
Em 1959, é incorporado o ensino industrial, dando origem à Escola Comercial e Industrial que vai ocupar as instalações da actual Escola Secundária Tomaz Pelayo.
Dando seguimento ao ensino liceal, é criada uma secção do Liceu Alexandre Herculano, em 1968, nas instalações do Liceu Municipal, passando, em 1972, a constituir o Liceu Nacional de Santo Tirso.
Em 1979, toma a designação de Escola Secundária nº2 de Santo Tirso e muda para as novas instalações, na Rua da Misericórdia, em 1984.
Pela portaria nº261/87, de 2 de Abril, retoma a antiga designação do primeiro estabelecimento liceal, passando a chamar-se Escola Secundária de D. Dinis, Santo Tirso.

Grau de ensino: 3º Ciclo; Secundário; Profissional; Outro: CEF

Sobre o Programa e atividades Eco-Escolas

Histórico de participação e Galardão Eco-Escolas

  2018-2019 2017-2018 2016-2017 2015-2016 2014-2015 2013-2014 2012-2013 2011-2012 2010-2011 2009-2010 2008-2009 2007-2008 2006-2007 2005-2006 2004-2005 2003-2004 2002-2003 2001-2002 2000-2001 1999-2000 1998-1999 1997-1998 1996-1997
inscrita                          
galardoada                              
visitada