Concurso Dark Skies Rangers

O projeto internacional Dark Skies Rangers, pretende promover a luta contra a poluição luminosa, alertando as populações para a possibilidade de haver soluções inteligentes de iluminação exterior, economicamente viáveis e em harmonia com o ambiente, e contribuir para devolver às pessoas e aos seres vivos o céu noturno, o maior património da Humanidade que deve ser preservado.

De modo a promover o projeto Dark Skies Rangers em Portugal, o NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia organiza o concurso Dark Skies Rangers para alunos e professores, em colaboração com o National Optical Astronomy Observatory, o Eco-Escolas e o Galileo Teacher Training Programe no âmbito do projeto Discover the COSMOS.

Os alunos podem adotar uma rua (edifício, jardim, praça…), realizar auditorias da iluminação exterior, avaliar a eficiência das luminárias, medir o grau de luminosidade do céu noturno (poluição luminosa), e sensibilizar a comunidade educativa e as autoridades locais para alterarem os sistemas de iluminação e preservarem o céu noturno. Os professores podem elaborar um plano de aula.

Assim, pretende-se com o concurso Dark Skies Rangers:

  • Estimular o interesse pela investigação sobre a poluição luminosa;
  • Promover a produção de trabalhos sobre poluição luminosa;
  • Desenvolver competências na área da escrita, fotografia, vídeo e Internet;
  • Contribuir para o desenvolvimento de cidadãos informados, participativos e com espírito crítico.

Prazos

O concurso estará aberto entre 1 de dezembro de 2012 e 30 de abril de 2013. Apenas os projetos submetidos dentro do prazo serão considerados a concurso. A data de receção será a data de entrega dos trabalhos. Os trabalhos deverão ser enviados por email para concurso@nuclio.pt.

O problema

O nosso planeta, visto da Estação Espacial Internacional, parece uma árvore de Natal. Esta iluminação visível a partir do espaço é poluição luminosa provocada por candeeiros e projetores exteriores que iluminam para cima ou para os lados, tornando o céu noturno mais claro, gastando energia e dinheiro, contribuindo para as alterações climáticas, afetando os seres vivos e a qualidade de vida das pessoas, e impedindo as observações astronómicas.

Muito mais do que devolver às pessoas e aos seres vivos o céu noturno, a luta contra a poluição luminosa pretende alertar as populações para a possibilidade de haver soluções inteligentes, economicamente viáveis e em harmonia com o ambiente.

As soluções

  • Avaliar exaustivamente os focos de poluição luminosa
  • Substituir os postes de iluminação ou corrigir o foco e a potência das luminárias
  • Utilizar sensores de presença
  • Apagar as luzes sempre que estas não sejam necessárias

Na maior parte das situações, estas soluções representam uma diminuição de custos que pode chegar aos 90%.

Boa e Má Iluminação

A imagem acima representa alguns tipos de iluminação e a sua eficiência para o fim a que se destinam, a iluminação das ruas!

Escolas portuguesas na luta contra a poluição luminosa

O NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia, em colaboração com o Programa Eco-Escolas e o National Optical Astronomy Observatory, organiza o concurso Dark Skies Rangers para alunos e professores.


Os alunos podem adotar uma rua (edifício, jardim...), avaliar a eficiência das luminárias e a poluição luminosa, elaborar recomendações, e contribuir para a alteração das luminárias e para a preservação do céu noturno.


Os professores podem elaborar um plano de aula.


Consulte mais informações sobre estas atividades em:

Participa! Torna-te um Dark Skies Ranger!

O NUCLIO é uma instituição sem fins lucrativos, criada em 2001 por astrónomos profissionais e amadores. Os seus objetivos são a divulgação e o ensino da Ciência, em particular da Astronomia e Astrofísica, e a promoção da cultura científica.

ORGANIZAÇÃO

NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia
geral@nuclio.pt
Tel: 214537440 / 960356909
www.nuclio.pt
www.facebook.com/nuclio

ABAE – Programa Eco-Escolas
ecoescolas@abae.pt
Tel: +351 21 394 2746