Escola Sec. João de Barros

Breve descrição

Em 1986 é criada pela Portaria nº 55-C/86, de 12 de Fevereiro, a Escola Secundária que iria funcionar num terrenos adquiridos pelo Ministério da Educação pertencentes a uma das quintas da Freguesia de Corroios – a Quinta da Água.
A construção iniciou-se pouco depois, tendo aparecido no concurso de professores para o Ano Lectivo de 1986/1987 com a denominação de Escola Secundária de Corroios Nº 1, código 490.
Os trabalhos administrativos e de gestão do arranque desse 1º ano estiveram a cargo de uma comissão instaladora convidada pelo Ministério da Educação e presidida pelo Prof. Manuel Garcia da Costa, que escolheu, por seu lado a equipa de arranque. Foi colocada, posteriormente, como primeira Chefe dos Serviços Administrativos, a Srª D. Graça Nobre.
A preparação das actividades administrativas e pedagógicas teve lugar na então Escola Secundária de Corroios nº 2 (hoje Moinho de Maré), sendo aí que realizaram as primeiras reuniões dos grupos disciplinares para planificação do 1º Ano Lectivo da escola que viria a iniciar-se no dia 28 de Novembro de 1986, a data do nascimento pedagógico efectivo da escola, isto é, o dia do primeiro contacto com os seus principais destinatários – os alunos.
Em Maio de 1988 é eleito democraticamente o primeiro Conselho Directivo presidido pelo Prof. Manuel Porfírio que se manteria em funções nos mandatos seguintes até 1995/96.
É nesse ano lectivo de 1988 que inicia o funcionamento do refeitório, serviço essencial para uma população escolar oriunda principalmente das freguesias de Amora, Seixal e Sesimbra.
Na fase de construção e consolidação do seu primeiro projecto pedagógico, consubstanciado nos planos anuais de actividades, deu-se uma ênfase especial às actividades ligadas ao meio e aos Clubes pedagógicos que proporcionam uma dinâmica nova à escola. De salientar os primeiros a aparecer: Canoagem, Serigrafia, Teatro, Fotografia, Defesa do Património, Ciência, Aeromodelismo, GISAN, Línguas e Matemática.
De salientar, igualmente e como preocupação inicial, a plantação das árvores que constituem hoje um espaço verde de grande importância e mais valorizado se atendermos à localização geográfica da escola situada entre vias comunicação serviços de abastecimento de combustível e alimentares. Esta preocupação com o ambiente ficou a dever-se ao Clube GISAN e ao Prof. Manuel Lima que proporcionaram, num trabalho pedagógico desenvolvido com os alunos, a plantação de parte significativa das árvores que se encontram no espaço interior da Escola.
Em 10 de Janeiro de 1995, por Despacho de Subsecretário de Estado Adjunto da Ministra da Educação, a escola passa a denominar-se Escola Secundária João de Barros, Corroios, Seixal.
O do nome do patrono – João de Barros -, surge por proposta do Conselho Directivo de então e obteve os pareceres concordantes do Conselho Pedagógico, da Associação de Pais e da Câmara Municipal do Seixal.
Com a implementação de um novo modelo de Gestão e Administração em 1998, foi eleita a primeira Assembleia de Escola que foi presidida pela Profa. Maria de Jesus Bernardo.
A História Geral da Escola será feita a seu tempo, porque ao longo de vinte anos de actividade foram dezenas as iniciativas que se desenvolveram e foram dezenas os professores e funcionários que por aqui passaram acompanhando milhares de alunos.

Grau de ensino: 3º Ciclo; Secundário

Sobre o Programa e atividades Eco-Escolas

ESJB recebe Bandeira Verde

A Escola Secundária João de Barros recebeu pela terceira vez consecutiva o galardão do projeto Eco-Escolas, a Bandeira Verde.
O Eco-Escolas é um Programa internacional, que se destina a todos os graus de ensino (do pré ao superior). A sua metodologia inspirada nos princípios da Agenda 21 local, visa garantir a participação das crianças e jovens na tomada de decisões, envolvendo-os assim na construção de uma escola e de uma comunidade mais sustentáveis.
O Programa desenvolve ainda um diversificado conjunto de iniciativas para a rede sob a forma de projetos, desafios e concursos às quais as escolas inscritas poderão aderir.

Concurso Eco-Código Póster

O Concurso Nacional Eco-Código pretende estimular a participação e a criatividade dos jovens envolvidos no Programa Eco-Escolas através da produção de um trabalho de comunicação: o póster.
Deverá tratar-se de um trabalho coletivo, onde o envolvimento e participação dos alunos é fundamental.
Até ao fim de maio, deixa o teu contributo para a elaboração deste trabalho!
Escreve uma frase original, relacionada com o ambiente e a necessidade de preservação do nosso planeta, no painel Eco-Escolas junto à reprografia. Não te esqueças de a assinar e indicar a tua turma!
As dez mais originais farão parte do póster!!!

Histórico de participação e Galardão Eco-Escolas

  2019-2020 2018-2019 2017-2018 2016-2017 2015-2016 2014-2015 2013-2014 2012-2013 2011-2012 2010-2011 2009-2010 2008-2009 2007-2008 2006-2007 2005-2006 2004-2005 2003-2004 2002-2003 2001-2002 2000-2001 1999-2000 1998-1999 1997-1998 1996-1997
inscrita                                
galardoada                                    
visitada