Rota Eco-Escolas em 2017

A Rota Eco-Escolas é uma iniciativa que pretende alertar para as questões da mobilidade sustentável ao nível dos municípios. Após o grande sucesso da Rota dos 20, a qual contou com a participação de 172 municípios portugueses e quase 1000 escolas, o desafio Rota em 2017 previa a utilização da plataforma SIG para registo das ocorrências e sugestões de melhoria.

ESCOLAS EM ROTA 2017

Foram 9 escolas a utilizar este ano letivo a Plataforma SIG mobilidade, sinalizando os problemas ao nível da mobilidade na sua região. Os municípios também recebem esta informação, podendo posteriormente dar resposta caso já tenham procedido à sua melhoria. Escolas que participaram na Rota em 2017:

 

Escola Concelho
Jardim de Infância da Gafanha da Encarnação Sul ÍLHAVO
Colégio-Creche Nossa Senhora da Bonança do Candal VILA NOVA DE GAIA
Escola Pátio da Inês MARINHA GRANDE
Escola EB 2,3 de Cabreiros BRAGA
Escola EB2/3 Frei Caetano Brandão BRAGA
Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa LISBOA
EB 2,3 de Real – Agrupamento de Escolas de Real BRAGA
Casa da Criança Maria Granado COIMBRA
Escola Básica D. João II de Caldas da Rainha CALDAS DA RAINHA

 

MUNICÍPIOS EM ROTA

Alguns municípios continuaram a fazer a passagem sustentável de testemunhos entre as suas Eco-Escolas, para identificar novos problemas ao nível da mobilidade sustentável em torno das escolas. Entre estes, destacam-se o Município de Ílhavo, o Município de Braga e o Município da Amadora, que já desenvolvem a iniciativa desde a sua 1ª edição!

Outros municípios reportaram à ABAE os trabalhos já em curso decorrentes das sugestões apresentadas pelas escolas. O Município de Santo Tirso, por exemplo, aderiu à Rota dos 20 e promoveu a iniciativa de 24 de maio e 9 de junho de 2016. Após análise das várias propostas rececionadas, algumas foram concretizadas, outras estão a ser trabalhadas nesse sentido, nomeadamente a requalificação nas imediações dos estabelecimentos de ensino e vias, de recolha de resíduos sólidos e limpeza urbana realizada com o Consórcio Rede Ambiente/Ecorede). Por outro lado, o Plano de Mobilidade Sustentável apresentado em 2017, abrange uma série de medidas e ações que propostas apresentadas, com especial destaque para a criação de “Ciclovias”, criação de “Estacionamento para Bicicletas” e “Promoção da utilização dos transportes públicos”.

No Município de Angra do Heroísmo, no seguimento das propostas das escolas em 2016, já foram colocados suportes para estacionamento de bicicletas nas escolas EBS Tomás de Borba, EB 1, 2, 3/JI de Angra do Heroísmo, Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade e Centro Comunitário da Terra Chã.

E porque estar em Rota não é apenas mobilidade pura e dura, o Município de Montermor-o-Velho limpou os jacintos-de-água, do leito do rio, por onde as crianças fazem a passagem para a escola. Esta era uma das propostas da Profissional Agrícola Afonso Duarte – “Efetuar com urgência a limpeza do Rio Mondego, pois na nossa caminhada observamos em vários pontos a espécie jacinto-de-água (Eichhornia crassipes), uma das mais perigosas e resistentes pragas aquáticas do mundo.”

 

X