1ª Prova Nacional Eco-Cozinheiros – resultados

By May 31, 2017

Foi a Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste que recebeu a 1ª Prova Nacional Eco-Cozinheiros, onde as 10 as equipas apuradas anteriormente nas provas regionais, competiram com as suas ementas saudáveis e sustentáveis.

No dia 29 de maio, a prova destinou-se às equipas de 2º escalão (2º e 3º ciclo do ensino básico) e estiveram presentes as escolas: EB Dr. Fortunato de Almeida (Nelas), EB 2,3 Padre Alberto Neto (Sintra), Externato Padre António Vieira (Oeiras), EBS Fontes Pereira de Melo (Porto) e a EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio (Póvoa de Lanhoso). No dia 30 de maio, estiveram em prova as equipas do 3º escalão (ensino secundário e profissional): Instituto Vaz Serra
(Sertã), 
EBS Luís de Camões (Constância), EB 2,3/Sec. Santo António (Barreiro), EPAMAC (Marco de Canaveses) e Escola Prof. Infante D. Henrique
(Porto).

Enquanto elementos do júri, as provas nacionais contaram com a avaliação por parte do Chefe António Loureiro, que apadrinhou o projeto, de Tiago Silva pela Jerónimo Martins, acompanhado de duas nutricionistas do grupo, Jorge Neves pela Agência Portuguesa do Ambiente, Carla Sousa, nutricionista na Câmara de Famalicão, os Chefes Luís Tarenta e Tiago Costa da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, Margarida Gonçalves pela AGROBIO e Inês Pascoal pela ABAE.

Todas as escolas a concurso estão de parabéns, mas o júri, após árdua avaliação, declarou como vencedoras a EB 2,3 Padre Alberto Neto e o Instituto Vaz Serra. A primeira, apresentou uma sopa de legumes com coentros, da horta da escola, um prato vegetariano com base de couscous cozinhados com a água da sopa, legumes e cogumelos, e um bolo mousse de maçã como sobremesa. A segunda, apresentou um creme de cenoura como entrada, uma polenta recheada com cogumelos, a acompanhar peito de frango como prato principal, abacaxi com raspas de lima como sobremesa e ainda um sumo de laranja sem adição de açúcar.

Com o apoio da Jerónimo Martins, foi atribuído um vale de 100€ a cada equipa que participou, para utilizar em material e/ou equipamentos para a sua escola. As duas equipas vencedoras receberam ainda um forno solar, para passarem a elaborar alguns dos seus cozinhados na escola, aproveitando a energia solar.

Na página de Facebook do projeto estão todas as fotografias da prova de 2º escalão e de 3º escalão.