Desafio | Jogo de Correspondência

Participantes

Podem participar escolas e alunos de todos os graus de ensino:

  • 1º Escalão: JI e 1º ciclo;
  • 2º Escalão: 2º e 3º ciclo;
  • 3º Escalão: secundário, profissional e superior.
Objetivos

  • compreender os aspetos relativos à qualidade do ar (e/ou) às alterações climáticas: causas e consequências;
  • investigar  soluções avaliando os prós e contras;
  • desenvolver o espírito crítico, autonomia e criatividade;
  • aprender através da gamificação
Descrição

Esta atividade desafia as escolas de todos os graus de ensino a elaborarem um formato de Jogo de Correspondência, onde devem ser trabalhadas e evidenciadas os principais poluentes e respetivas fontes da poluição do ar, consequências e efeitos da poluição atmosférica (efeitos globais e efeitos dos poluentes da qualidade do ar) e possíveis resoluções para o problema.
Exemplo: jogo de pares, ou jogo digital.

Características do trabalho

O trabalho deve ter um formato de Jogo de Correspondência, onde devem ser trabalhadas e evidenciadas os principais poluentes e respetivas fontes da poluição do ar, consequências e efeitos da poluição atmosférica (efeitos globais e efeitos dos poluentes da qualidade do ar) e possíveis resoluções para o problema. 

Prazos

A inscrição na atividade decorre até 28 de fevereiro.
Os trabalhos devem ser inseridos na plataforma Eco-Escolas até 30 de maio.
Resultados até 30 de julho; entrega dos prémios no Galardão Eco-Escolas.

Avaliação

Os critérios de avaliação são os seguintes:

– Criatividade e originalidade
– Envolvimento dos alunos
– Executabilidade do jogo

Júri

O júri será constituído por elementos da Comissão Nacional Eco-Escolas, ABAE, e APA: DCOM e DGA.

 

Prémios

A designar