A Biodiversidade da Minha Escola

Integrado nos temas do ano, Espaços Exteriores e Biodiversidade – Preservar e Regenerar, este projeto regressa novamente no ano letivo 22-23, e tem como principal objetivo dar a conhecer e promover a ação pela proteção da biodiversidade que rodeia o espaço escolar.

O desafio lançado às Eco-Escolas será o de documentar a diversidade de espécies de flora, líquenes, cogumelos, aves, insetos e répteis que encontram no recinto escolar, através da observação das mesmas, da pesquisa, captura de imagens e elaboração de ilustrações.

Destinatários

Todos os graus de ensino. O desafio alunos pode ser realizado por crianças e jovens de qualquer idade, divididos em 3 escalões: Jardim de Infância e 1ºciclo; 2º e 3º ciclo; ensino secundário/profissional/superior.
O desafio Professores pode ser realizado por professores de todos os graus de ensino e áreas curriculares.

Objetivos
  • Desafiar as escolas a utilizar o exterior da escola para projetos de aprendizagem ativa em trabalho de campo
  • Conhecer e dar a conhecer a diversidade de espécies que “visitam” os espaços exteriores da escola
  • Desenvolver as competências inerentes à aprendizagem baseada em projetos
  • Incentivar a ligação à natureza pela comunidade educativa : conhecer para proteger

Desafio Alunos 

Metodologia
  1. Realizar sessões de observação de flora e fauna no recinto escolar e/ou espaço envolvente. As Estratégias deverão ser as mais adequadas ao grau de ensino. Por exemplo, poderão ser constituídos diferentes grupos, cada um encarregue do levantamento de determinado grupo de espécies (aves, insetos, plantas, etc), ou poderão realizar sessões dedicadas a cada um dos grupos (dia das aves, dia das árvores, dia dos insetos, etc).
    Antes de iniciar as observações, é importante identificar as características de cada grupo, de modo a adequar os procedimentos de observação. Por exemplo, a observação de aves deve ser realizada no início ou no final do dia, altura em que estão mais ativas, sendo mais fácil sua observação.   
  2. Identificar as espécies, com auxílio de guias de identificação ou outros elementos bibliográficos e de aplicações móveis, como o iNaturalist / Biodiversity4All (instruções aqui).
  3. Capturar imagens (utilizando máquina fotográfica e/ou telemóvel) das espécies encontradas e elaborar uma ilustração de cada espécie identificada.
  4. Elaborar um caderno de campo com o registo das espécies identificadas. Cada página do caderno deve ser dedicada a apenas uma espécie e deverá conter a seguinte informação: nome da espécie (vulgar e científico), principais características, uma fotografia e uma ilustração da espécie, localização da espécie na escola (para espécies de flora e fungos), data e local da observação.
    Estes são os elementos obrigatórios, mas podem ser incluídas mais informações que considerem pertinentes. 

Opcional

Para facilitar e até promover a observação de alguns grupos de espécies, como por exemplo as aves ou os insetos, podem ser implementadas atividades paralelas, como a elaboração e colocação de comedouros para aves, a elaboração de um jardim florido ou a construção e instalação de um hotel de insetos.

Para participar no concurso
Informação solicitada

– Fotografia/digitalização das páginas do(s) caderno(s) de campo (uma página por espécie, apresentar pelo menos 5 espécies – preferencialmente de grupos diferentes – até um máximo de 6 espécies) (formato .jpeg)

– Registo Fotográfico do desenvolvimento do trabalho (Conjunto de fotografias que exibam as diferentes etapas da planificação e concretização) (até 6 fotografias) (PNG, JPEG)

– Memória descritiva (apresentação do trabalho realizado, como foi planificado, organizado e implementado o trabalho, quantos alunos foram envolvidos e como; como foi divulgado)

Critérios de avaliação

Envolvimento dos alunos no projeto;
Enquadramento curricular e extracurricular

Qualidade e rigor da informação de cada espécie
Diversidade de espécies identificadas
Originalidade e qualidade das páginas do caderno de campo
Demonstração da metodologia e cumprimento do regulamento
Divulgação na comunidade educativa

Desafio Professores

No âmbito desta atividade, deixamos também o desafio aos professores de delinear e implementar um plano de aula com base na observação da biodiversidade da escola.

Informação solicitada  

– Ficha do plano de aula (download aqui)
– Registo Fotográfico da concretização do plano de aula (Conjunto de fotografias que exibam diferentes etapas) (até 6 fotografias) (PNG, JPEG)

Critérios de avaliação

Descrição da atividade: clareza, interesse, originalidade, carácter prático, adequação
Metodologia e resultados previstos
Enquadramento teórico e fazer/saber mais
Evidências de concretização – imagens

 

Prazos 

Inscrição na atividade na Plataforma Eco-Escolas: Até 28 de fevereiro de 2023
Submissão dos trabalhos: Até 31 de maio de 2023.


Prémios

A designar.

Recursos
Inspiração

 

Projeto em parceria com: