Inscrições

As inscrições no programa Eco-Escolas realizam-se na plataforma Eco-Escolas recomendando-se que seja feita o mais cedo possível no ano letivo, por forma a maximizar a participação em atividades e a mais facilmente completar o ciclo dos 7 passos da metodologia do Programa.

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÃO

Para registar a intenção de participação no Eco-Escolas deverá ser efetuado o registo na plataforma Eco-Escolas.

  • do(a) professor coordenador (caso ainda não esteja registado);
  • da escola (no caso de ser o 1º ano de inscrição);
  • da inscrição da escola no ano letivo em curso, na qual devem constar os dados solicitados (nº de alunos, etc.)e que deve ser acompanhada das seguintes declarações (a carregar em .pdf na plataforma)
  • Declaração da Direção da escola na qual se compromete a zelar pela aplicação da metodologia do Programa Eco-Escolas (ver minuta exemplo).
  • Declaração do Município onde se expressa que o município tem conhecimento e vai procurar colaborar com a escola na implementação do programa (ver minuta exemplo).
  • Seguidamente deve realizar-se a inscrição da escola no respetivo ano letivo.

NOTA: Se tiver dificuldade na inscrição on-line pode em alternativa enviar-nos para ecoescolas@abae.pt a ficha de inscrição, em word devidamente preenchida, junto com as declarações.

CUSTO DE INSCRIÇÃO

O valor de inscrição no Programa Eco-Escolas mantem-se em 2016/17 nos 70 euros.

Escola “interessada” ou escola “inscrita”

Quando a escola (ou o parceiro que a apoia ex. município, junta de freguesia…), não se compromete ao pagamento da inscrição anual no Programa Eco-Escolas a inscrição não poderá ser validada, sendo a escola apenas considerada como “interessada”. O não pagamento da quota de inscrição por parte da escola “INTERESSADA” poderá entre outros aspetos vir a condicionar a atribuição de materiais diversos inerentes aos Programa (nomeadamente a bandeira, certificados, etc) ou a participação em algumas das atividades e/ou desafios anuais.
A “ESCOLA INTERESSADA mas NÃO INSCRITA”, não deixará no entanto de ser acompanhada sempre que nos solicite e de integrar a rede de informação do Programa Eco-Escolas, sendo convidada a, da mesma forma, implementar os 7 passos inerentes a uma Eco-Escola.

Parcerias para a inscrição da escola

Até hoje o valor da inscrição tinha sido apenas solicitado aos municípios, no caso das escolas públicas, ou à direção da escola, no caso das escolas privadas. No entanto, a circunstância de alguns municípios levantarem este ano dificuldades na concretização deste compromisso, obrigou-nos a criar regras mais claras, por forma a poder assegurar a continuidade do Programa.
Assim sendo, o valor da inscrição continuará a ser de 70 euros, para todas as escolas interessadas em participar, mas é realizado apenas uma vez (e não 2 como anteriormente), afim de facilitar trabalho/burocracias e clarificar os recursos disponíveis.
É um facto que a maioria dos municípios tem, até hoje, vindo a assumir o valor de inscrição das suas escolas, por considerarem a importância de ter “escolas reconhecidas como Eco-Escola” nos seus concelhos. São nestes casos claramente assumidos como municípios-parceiros com os inerentes direitos e deveres.
No entanto, quando tal não acontece, as escolas têm vindo a encontrar formas de realizar a sua inscrição, recorrendo a outros meios de financiamento. Ex: Associações de Pais, Juntas de Freguesia – nestes casos poderá aparecer no certificado da escola este apoio…;  ou então autonomamente dinamizando iniciativas para angariação de fundos (como feiras, leilões, cabazes…), envolvendo desta forma a comunidade escolar na responsabilidade e compromisso de participação no Eco-Escolas.

Porquê um valor de inscrição

O valor da inscrição visa ajudar a custear uma parte do trabalho e materiais inerentes ao funcionamento, gestão e atividades do Programa Eco-Escolas (ex: atendimento, formação, bandeiras, certificados, materiais diversos, ações no terreno, etc. etc.), e ainda o valor que a ABAE enquanto coordenadora nacional tem que pagar à FEE internacional (que coordena o Eco-Schools nos 52 países, segundo estas regras) por cada Eco-Escola no Programa em Portugal.
Uma vez que a ABAE, enquanto Organização Não Governamental de Ambiente não consegue, sozinha, financiar tudo isto, a quota de inscrição e alguns apoios e parcerias são fundamentais para permitir a sustentabilidade financeira e continuidade do Programa Eco-Escolas.

Qualquer dúvida contactar ecoescolas@abae.pt